Araçatuba

Coleta seletiva pode ampliar a vida útil do aterro sanitário

No mês de dezembro do ano passado Araçatuba iniciou um trabalho inédito da região: a coleta seletiva em 100% da cidade. Raros municípios no Brasil tem este trabalho. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Petrônio Pereira Lima, este trabalho pode ser fundamental para aumentar a vida útil do aterro. “Quanto menos material levarmos para o aterro, mas tempo o teremos”, explicou o secretário, explicando que a cooperativa de recicladores será levada para outra área, pois deve receber mais cooperados, pois vai aumentar o volume de material com a coleta 100%.

Na sexta-feira (12) a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) emitiu licença de operação do aterro até 12 de janeiro de 2023. Por isso, várias ações devem ser desenvolvidas para garantir espaço no aterro. Nos próximos dias vai entrar em operação uma célula que foi concluída recentemente. A Prefeitura vai iniciar novo processo para construção de mais uma célula. “Podemos garantir espaço no aterro para operação até mesmo após 2023”, acrescentou o secretário.

ANTÔNIO CRISPIM  – Araçatuba

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here