Araçatuba

Araçatuba reduz as mortes de trânsito em mais de 41% em 2017

Em 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou a campanha Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, na qual governos de todo o mundo se comprometeram a tomar novas medidas para prevenir os acidentes no trânsito, que matam cerca de 1,3 milhão por ano. No Brasil são aproximadamente 50 mil. Dentro desta iniciativa, o governo de São Paulo lançou em 2015 o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, com várias ações em envolvimento de dezenas de municípios, entre quais Araçatuba. Em três anos (2015 a 2017), Araçatuba reduziu as mortes no trânsito em mais de 47%.

Dados do Infosiga, levantamento estatístico feito pelo movimento com os acidentes com mortes no estado, revelam números impressionados. Em três anos, Araçatuba teve 876 mortes no trânsito, sendo que deste total, 64 foram homens (73,56%), 16 mulheres (16,10%) e nove sem definição de sexo no processo de apuração, o que representa 10,34%. A maioria dos acidentes ocorre no período da tarde e madrugada.

OS NÚMEROS

Em 2015, Araçatuba registrou 36 mortes em acidente de trânsito, sendo 23 (masculino), 6 (feminino) e 7 (não definido). Já em 2016 foram 32 mortes, o que representa redução 11,22%, sendo 25 (masculino), 5 (feminino) e 2 (não definido). Em 2017 foram 19 mortes no trânsito, redução de 41,63% em relação ao ano anterior e de 47% em relação a 2015. Morreram 16 homens e três mulheres.

No ano passado, dos 19 mortos em acidentes, oito foram com motocicleta, cinco com bicicleta, três com automóvel e três pedestres.

TRÂNSITO URBANO

Há o conceito errado de que trânsito na cidade é menos violento. Nos últimos três anos, os dados mostram situação diferente em Araçatuba. Das 87 mortes nos três anos, 59 foram em vias urbanas (67,81%), 25 em rodovias (a maioria na Elyeser Montenegro Magalhães), o que representa 28,73% e três acidentes não tiveram locam definido no processo de apuração dos dados. Portanto, o trânsito na cidade é muito perigoso e por isso são necessárias ações para reduzir este quadro.

ATUAÇÃO EM ARAÇATUBA

No ano passado o prefeito Dilador Borges assinou convênio com o Departamento Estadual de Trânsito para reduzir os acidentes os acidentes na cidade por meio de investimentos no sistema viário. O trabalho já começou e consiste na sinalização de solo e vertical, campanhas de educação no trânsito e a próxima fase será a instalação de novos conjuntos de semáforo.

O último acidente com morte na área urbana de Araçatuba foi em setembro. Foi atropelamento de pedestre no quilômetro 535 da Rodovia Marechal Rondon. Em vias urbanas, o último acidente foi no mês de julho.

O assessor executivo da Secretaria de Mobilidade Urbana, Reginaldo Frare, tem intensificado o trabalho de fiscalização e atuando para melhorar a sinalização, o que reflete diretamente na segurança dos usuários.

Antônio Crispim

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here