InternacionalMundo

Noventa refugiados desaparecem em naufrágio na Líbia

A Organização Internacional para as Migrações (OIM), organismo vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), informou que pelo menos 90 migrantes desapareceram em um naufrágio na costa da Líbia hoje (2) de manhã.

A porta-voz da organização, Olivia Headon, afirmou que dez corpos foram achados na costa, perto da cidade líbia de Zuwara, após a tragédia. Acredita-se que oito dos mortos eram paquistaneses e dois líbios. Há relatos de que três passageiros conseguiram se salvar, sendo um paquistanês e dois líbios.

Até ontem (1º), a OIM contabilizou 6.997 migrantes e refugiados que entraram na Europa pelo mar e 245 por terra. O dado é comparável aos 5.983 que desembarcaram em 2017. A Itália recebeu aproximadamente 64% do total de migrantes, sendo o restante dividido entre a Espanha (19%) e a Grécia (16%).

O número de mortos no Mediterrâneo este ano (de 1º de janeiro a 2 de fevereiro) chegou a 343. No mesmo período do ano passado foram registradas 254 mortes. Em 2016, no mesmo período, foram 379. O Projeto Migrantes Desaparecidos, da OIM, registrou, desde 2014, mais de 3 mil mortes no Mediterrâneo a cada ano.

Agência Brasil

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here