Cidades

MP prorroga inquérito sobre gastos com viagens dos vereadores ilhenses

A promotora de Justiça Luciane Rodrigues Antunes prorrogou por mais 180 dias o inquérito que apura eventual prática de atos de improbidade administrativa por parte dos vereadores de Ilha Solteira (SP), tendo em vista a utilização indevida e desarrazoada de verbas públicas para a realização de viagens, sem justificativa de finalidade, itinerários, custos ou comprovação dos gastos realizados.

O inquérito teve início a partir de representação da Associação dos Moradores Amigos de Ilha Solteira (Amais) para apurar o excessivo gasto da Câmara Municipal com pagamento de diárias de viagens. Os três principais pontos levantados foram: o gasto excessivo entre 2013 e 2015; as viagens durante recesso parlamentar; e vários vereadores viajando nos mesmos períodos.

Foram solicitados documentos à Câmara Municipal e esclarecimentos sobre a forma de pagamento destes gastos. O Tribunal de Contas do Estado também foi questionado e informou que não foi apontada irregularidade nas contas do Legislativo sobre pagamento de viagens.

Entretanto, de acordo com análise da promotora, os gastos ultrapassaram R$ 600 mil entre 2013 e 2015; há grandes discrepâncias entre os valores individuais gastos pelos vereadores; o prazo para comprovação das despesas e a limitação de uma viagem por mês também foram descumpridos com frequência; viagens durante o recesso parlamentar; inúmeras viagens com gastos exatamente iguais; e viagens com períodos longos, de segunda a sexta e até de segunda a sábado.

A representante do MP também já solicitou à Câmara informações sobre os veículos oficiais usados entre 2013 e 2015, bem como veículos particulares dos vereadores e de dois servidores do Legislativo. Em relação aos dois servidores, a promotora ainda solicitou cópias de todos os documentos relativos às viagens realizadas.

Agora, a Promotoria de Justiça aguarda de uma empresa de pedágios os registros de passagens dos veículos informados, com data, local e horário, entre 2013 e 2015. Também aguarda fotos e vídeos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), além de informações de radares desses mesmos carros. Por este motivo, houve a prorrogação do inquérito que, agora, passa a tramitar sob urgência. (Hoje Mais Ilha Soltera)

Da Redação

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here