Cidades

Mato Grosso do Sul de luto pela morte do ex-governador

O governador de Mato Grosso do Sul, Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou luto oficial pela morte do ex-governador Wilson Barbosa Martins, ocorrida na madrugada de terça-feira (13), em sua residência, em Campo Grande.

Em nota, Azambuja lembrou de Barbosa como um “defensor da democracia”, relembrando do passado de doutor Wilson na luta pelas eleições diretas e pelas ações sociais desempenhadas durante sua gestão à frente do Estado.

“Doutor Wilson, como era conhecido, foi um dos que lutaram pela eleição direta para presidente da República, e nos dois mandatos como governador de Mato Grosso do Sul deixou um legado de ações sociais e obras importantes para o desenvolvimento do Estado”, diz a nota.

“O ex-governador Wilson Barbosa Martins foi e será sempre um dos ícones da história política administrativa contemporânea e sua trajetória política ajudou na construção e desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, finaliza.

Morte
O ex-governador de Mato Grosso do Sul, Wilson Barbosa Martins morreu na madrugada desta terça-feira (13), em sua residência, na rua 15 de Novembro, em Campo Grande. Ele estava sob cuidados médicos em casa. Faz algum tempo que ele vinha enfrentando sérios problemas de saúde.

História
Eleito prefeito de Campo Grande na legenda da UDN em outubro de 1958, assumiu a prefeitura em janeiro do ano seguinte. Em outubro de 1962 elegeu-se deputado federal por Mato Grosso, ainda na UDN. Deixando a prefeitura em janeiro de 1963, ocupou a cadeira na Câmara dos Deputados em fevereiro seguinte.

Nas eleições de novembro de 1982 foi eleito governador do estado de Mato Grosso do Sul na legenda do PMDB. Foi o primeiro governador eleito pelo voto direto do novo estado. Em maio de 1986 deixou o governo para disputar uma cadeira no Senado. Foi sucedido no governo estadual por Ramez Tebet, que edra seu vice-governador. Permaneceu no Senado até 1994. No pleito de outubro de 1994 foi novamente eleito governador do Mato Grosso do Sul, na legenda do PMDB, já no primeiro turno e com 41,43% dos votos. Wilson Martins passou o governo para Zeca do PT em 1º de janeiro de 1999. Wilson Barbosa Martins, que era advogado, formado na Universidade de São Paulo, deixou as disputas eleitorais.

Da Redação

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here