Andradina

Waguinho aceita pena restritiva de direito para suspender processo por assédio sexual

No dia 5 de fevereiro foi desenvolvida no Fórum da Comarca de Andradina audiência preliminar conduzida pelo juiz de direito Leandro Augusto Gonçalves Santos para composição civil em processo de assédio sexual envolvendo o vereador e ex-presidente da Câmara de Castilho, Wagner de Souza Oliveira, o Waguinho (PV). Waguinho, que é instrutor de autoescola, teria assediado uma aluna, também presente à audiência. A composição civil foi não foi possível, mas Waguinho aceitou a proposta do promotor Daniel Henrique da Silva Miranda de pena restritiva de direito com pagamento de R$ 954,00 ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adeolescente de Nova Independência. Com isso o processo foi suspenso.

No ano passado, Waguinho foi denunciado por uma aluna de 29 anos que gravou áudio de conversas do vereador e instrutor de autoescola. A mulher divulgou do áudio com propostas sexuais durante uma aula de baliza. A aluna de Três Lagoas (MS) ainda afirmou que no decorrer do curso o instrutor colocou várias vezes a mão na sua perna lhe convidando a ir a um motel e ainda lhe mostrou um vídeo de sexo explícito e em seguida o seu pênis. A aluna afirma ter precisado “ir embora correndo” neste dia. Waguinho teria continuado a ir atrás da moça até que o marido aparecesse.

O outro lado
No processo, o vereador manifestou que a vítima havia tentado obter alguma vantagem pessoal ou até mesmo financeira com a acusação. Ele alegou ainda que a aluna estava tentando passar no exame de carro “no grito”, “pelo fato ter reprovado várias vezes nos testes.

Audiência
A audiência preliminar de composição civil não teve acordo. Por isso, a mulher, que estava presente, ratificou a representação contra o vereador e ex-presidente da Câmara de Castilho. Diante disso, o promotor apresentou a proposta de pena restritiva de direito, que foi aceita por Waguinho. Ele vai pagar seis parcelas de R$ 159,00, com a primeira vencendo no dia 10 de março.

“A ausência de cumprimento da obrigação acima, resultará no regular prosseguimento do feito”. No caso de não pagamento, o processo será retomado.

Câmara
Embora Waguinho tenha aceitado a proposta de pena restritiva de direito para suspender o processo e evitar o julgamento, até agora a Câmara não tomou qualquer medida para apurar a conduta do vereador.

Da Redação

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here