Cidades

Prefeito adota medidas para conter gastos e corta o próprio salário

O prefeito de Santo Antônio do Aracanguá, Rodrigo Santana (Democratas), acaba de reforçar, por meio do Decreto Nº 2.772 de 11 de abril de 2018, o rigor na gestão das finanças da prefeitura, adotando várias medidas administrativas, entre as quais, a redução do próprio salário e do vice-prefeito Roberto Doná (PSDB), para cumprir os compromissos com fornecedores, servidores públicos e prestadores de serviços, diante da grande dificuldade financeira que afeta o município.

Após um balanço, com a equipe de finanças da prefeitura sobre o atual cenário econômico, Santana resolveu tomar uma série de medidas consideradas urgentes e eficazes, para equilibrar, até onde for possível, as contas públicas da prefeitura a fim de enfrentar a desaceleração da economia nacional e a conseqüente diminuição das receitas municipais.

Dentre as providências, que foram adotadas por tempo indeterminado, destacam-se o corte de quase metade dos salários do prefeito e do vice-prefeito; redução no número de servidores em cargos comissionados; suspensão temporária do pagamento de horas extras e de qualquer tipo de gratificação, com exceção daquelas amparadas por Lei; mais rigor no controle de todo o sistema de transporte da prefeitura, dentre outras medidas. Além disso, outra iniciativa que ajudará o prefeito a reduzir despesas vem dos diretores de departamentos da prefeitura, que foram solidários ao atual momento financeiro enfrentado pelo município e abriram mão do cartão alimentação que atualmente vale R$ 300,00.

De acordo com o prefeito, o atual momento econômico vivenciado pelos municípios brasileiros com queda permanente na arrecadação, exige um posicionamento rigoroso dos gestores públicos e, por isso, tomou várias decisões endossadas pelo vice-prefeito Roberto Doná, visando manter a governabilidade e garantir os serviços básicos oferecidos à população. “Diante deste momento que demanda muita responsabilidade, tivemos que cortar na própria carne reduzindo quase pela metade o meu salário e o do seu Roberto. Tomamos medidas rígidas para que possamos cumprir os nossos compromissos e garantir a governabilidade do município”, explicou o prefeito. “São decisões administrativas duras de serem tomadas, mas foi o único caminho encontrado para assegurar as contrapartidas nos convênios consolidados, manter o transporte gratuito aos estudantes e trabalhadores e assegurar a qualidade nos demais serviços oferecidos à população, principalmente, na saúde e educação”, ressaltou.

Da Redação

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here