CidadesPlantão Policial

Polícia Federal cumpre mandado de busca na Prefeitura de Araçatuba

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (9) a Operação Prato Feito para cumprimento de 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e decisões de suspensão de contratação com o poder público referentes a 29 empresas e seus sócios. Todas as medidas foram expedidas, a pedido da PF, pela 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo e pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Os mandados estão sendo cumpridos em Salvador (Bahia), Brasília (DF), Curitiba (Paraná) e várias cidades de São Paulo, inclusive em Araçatuba

Em Araçatuba a equipe da Polícia Federal, coordenada pelo delegado Sérgio Henrique dos Santos Mateus, chegou ao paço municipal por pouco antes das 8h30. O prefeito Dilador Borges acompanhou a equipe até a Secretaria de Administração, pois as licitações são os alvos da operação da PF. Depois o prefeito foi para o gabinete despachar normalmente.

De acordo com a assessoria da PF, o inquérito policial foi instaurado em 2015, a partir de informação apresentada pelo Tribunal de Contas da União relatando a possíveis fraudes em licitações de fornecimento de merenda escolar em diversos municípios paulistas.

As investigações apuraram que os grupos criminosos agiriam em 30 municípios, contatando prefeituras por meio de lobistas, para direcionar licitações de fornecimento de recursos federais para a educação destinados ao fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.

Um das empresas investigadas têm contrato com a Prefeitura para fornecimento de merenda escolar há vários anos.

PREFEITURA

Por meio de Secretaria de Comunicação Social, a Prefeitura de Araçatuba divulgou a seguinte nota.

“A Prefeitura de Araçatuba recebeu, na manhã desta quarta-feira (09/05), agentes da Polícia Federal. A administração franqueou o acesso às secretarias e aos documentos, colaborando no que foi solicitado pelas autoridades. Cabe esclarecer que as informações requeridas são referentes a contratos de aquisição de merenda escolar firmados em administrações anteriores nos anos de 2010, 2015 e 2016. Sobre os detalhes sobre a investigação, cabem às autoridades policias os esclarecimentos.”

 

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here