Araçatuba

Antes de viajar, verificar disponibilidade de horários e Supermercados temem risco de desabastecimento

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Durante toda essa quinta-feira, empresas de transporte interurbano emitiram comunicados a fim de orientar seus clientes por causa das consequências da greve dos caminhoneiros.

Mais do que nunca, a orientação é para que, antes de se deslocarem para as rodoviárias, seja verificada a disponibilidade de horários para viagens nos próprios sites das companhias.

Em um desses comunicados, emitido pela Reunidas Paulista, foi informado que, devido à paralisação dos motoristas de transporte de carga, houve uma redução de vários insumos. “Diante disso, tivemos que nos adequar ao momento”, completa a nota da empresa.

A companhia ressalta que, desde que haja condição segura nas rodovias, os horários desta sexta-feira serão mantidos conforme programação. Se houver necessidade de alteração, ocorrerá a partir de amanhã.

TRANSPORTADORAS

Transportadoras também tiveram problemas. Em uma delas, a reportagem apurou que, desde as 19h de quarta-feira, até o fechamento desta edição (21h30), dois caminhões que iriam descarregar mercadorias – um em São Paulo e outro em Ribeirão Preto – permaneciam bloqueados. O primeiro estava parado em um trecho de estrada em Catanduva, enquanto o outro, em Agudos. A informação, segundo a empresa, é de que, se houver tentativa de furar o bloqueio, os veículos serão apedrejados. Outro problema enfrentado por essa transportadora é que, também em consequência da greve, seus estoques de combustível estão zerados.

Supermercados temem risco de desabastecimento

Um dos setores mais prejudicados com a greve dos caminhoneitos está sendo o de comércio de alimentos. Gerentes de supermercados de Araçatuba admitem a possibilidade de desabastecimento se a paralisação dos caminhoneiros permanecer nos próximos dias.

O gerente local da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo), Wanderley Pereira da Silva Júnior, disse que o atendimento nesta sexta-feira iria depender do volume de cargas que fosse chegar até a noite de ontem. O entreposto distribui frutas, verduras e legumes para toda a região. Segundo Silva Júnior, a falta de produtos como cebola e alho, por exemplo, já é sentida.

Opinião parecida tem o vice-diretor-presidente da Coopbanc (Cooperativa de Consumo dos Bancários de Araçatuba), José Geraldo Fogolin. Ele disse que, na tarde de ontem, já era perceptível a falta de produtos vindos de outros Estados, como o morango e a batata. Pães industrializados são outros itens que poderão estar em falta nos supermercados neste fim de semana. Fogolin diz ter sido informado por um fornecedor de uma marca que a produção seria paralisada ontem em virtude da incapacidade de seu escoamento.

“Fica tudo muito difícil com essa situação. Para amanhã ou depois, não temos garantia”, afirmou Fogolin. Apesar de, nessa quinta-feira, a greve ter chegado ao seu quarto dia, Fogolin ressaltou que, até então, o estabelecimento vinha se garantindo com seu estoque, já que tem produtores da região como alguns dos seus fornecedores de hortifrútis.

Um fornecedor que atende várias cidades da região, com abastecimento de tomate, cebola e acelga, disse que suspendeu as viagens que seriam feitas nesta sexta-feira. A empresa dele faz a venda de cerca de 30 mil quilos de hortifrúttis no atacado três vezes por semana para a região, mas decidiu adotar essa medida para evitar prejuízos. Um dos caminhões de sua empresa ficou bloqueado em Florestópolis (PR).

NAS ALTURAS

O risco de escassez colocou o preço do quilo de alguns alimentos nas alturas, ao longo da quinta-feira. Em um supermercado, O LIBERAL REGIONAL observou que a batata estava sendo vendida a R$ 4,48, enquanto o da cebola, R$ 4,58.

LANCHONETE

Nem mesmo as grandes redes de fast-food escaparam das consequências da paralisação. O McDonald’s, que possui dois estabelecimentos em Araçatuba, informou que alguns produtos de seu cardápio estão em falta.

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here