CidadesPlantão Policial

ESCOLA MUNICIPAL É FURTADA EM ARAÇATUBA

Uma escola municipal de Araçatuba foi alvo de criminosos durante o fim da tarde de quinta-feira (12). Criminosos arrombaram portas e janelas e furtaram diversos objetos. O crime aconteceu em uma unidade escolar localizada no Assentamento Chico Mendes, zona rural do município.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma manicure de 38 anos, responsável por vigiar a unidade de ensino, já que mora em uma casa ao lado, entrou em contato com a Guarda Civil Municipal depois de perceber que indivíduos desconhecidos tinham arrombado a porta de entrada do prédio da escola e a janela da cozinha.

Os agentes de segurança chegaram ao local alguns minutos depois e confirmaram os fatos. Eles perceberam que os bandidos acabaram fugindo um rádio, um liquidificador, duas televisões de 32 polegadas, uma caixa amplificadora, além de um botijão de gás, de 15 litros. Em seguida, os criminosos fugiram e até o fechamento desta edição continuavam foragidos.

O estabelecimento de ensino não conta com sistema de imagens de câmeras de segurança, o que pode dificultar o trabalho da Polícia Civil. O caso foi registrado na Central de Flagrantes já na madrugada de sexta-feira (13). Um inquérito foi aberto pelo terceiro distrito policial do município, que dará andamento às investigações sobre o caso. Equipes da perícia técnica também foram acionadas para constatarem os arrombamentos na escola. O laudo deverá ficar pronto nos próximos dias.

DANO

Outra escola municipal foi alvo de vandalismo e contabilizou prejuízo nesta semana, em Araçatuba. A representante da escola municipal Professora Ibis Pereira Paiva, localizada na rua Marco Manfrinati, no bairro Jardim Jussara, contou em depoimento que durante a manhã o pai de um aluno trouxe o filho até ao local depois que os portões estavam fechados. Segundo a mulher, a escola recebe os alunos das 7h até as 7h15.

Uma das funcionárias da instituição atendeu o rapaz e foi informada de que o carro dele havia apresentado problemas e, por esse motivo, não conseguiu evitar o atraso. A mulher disse ao homem que ela não poderia receber o filho dele, somente com a apresentação de um atestado médico.

Logo após tomar conhecimento sobre o fato, o autor passou a ficar exaltado e insistiu para que a funcionária deixasse o filho entrar, já que tinha outras duas crianças para deixar em outras escolas. Não conseguindo o que queria, o investigado começou a caminhar de volta para o veículo em que estava, mas antes de ir embora pegou uma pedra e atirou contra uma das janelas do estabelecimento.

O objeto quebrou o vidro da janela de uma sala de aula e ainda atingiu uma motocicleta Honda/Biz 125 que estava estacionada no local. Por sorte, de acordo com o que foi informado à Polícia Civil, a pedra não atingiu nenhum aluno, já que a sala de aula estava vazia. O suspeito fugiu em seguida.

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here