Três Lagoas

PRODUÇÃO DA HORTA DO CENTRO POP É DISTRIBUÍDA A UNIDADES DE ATENDIMENTO

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) de Três Lagoas, por meio da equipe da Unidade Centro Pop – Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua e Abordagem Social, apresentou os primeiros resultados positivos da produção de hortaliças do Projeto Cultivando Saberes.
A produção da horta, que deverá ser intensificada para fornecimento das cozinhas das unidades dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFVs), mantidas pela Smas de Três Lagoas, e, posteriormente, para os Centros de Educação Infantil (CEIs) da Rede Municipal de Ensino (Reme), foi formalmente apresentada, na quinta-feira (9), no pátio do Centro Pop.
Ao lado do objetivo de produzir hortaliças e legumes para a melhoria da alimentação das crianças e adolescentes dos SCFVs da Assistência Social, o Projeto “Cultivando Saberes”, mantido em parceria com o IIP, também mantém o foco de integração, resgate da cidadania e humanização “da população em situação de rua que apresenta fragilidades, rompimentos de vínculos familiares e comunitários, assim como a situação socioeconômica”, ressaltou Luis Fernando.
“O que temos hoje aqui para mostrar a vocês é um primeiro resultado de todo um trabalho de todas as pessoas envolvidas neste projeto”, completou Marcelo Navarro, que acompanha, desde o início, o desenvolvimento deste projeto.
Nos mesmos moldes, com preocupações de sustentabilidade e uso apenas de adubagem orgânica, o IIP mantém o Projeto Natureza e Corpo nas Escolas Municipais “Parque São Carlos” e “Joaquim Marques de Souza”.
Como destacou o diretor de Proteção Social Especial, “o projeto vem dando ótimos resultados na quantidade e qualidade dos produtos, graças também ao apoio do prefeito Angelo Guerreiro e incentivo da nossa secretária Vera Helena”, disse Luis Fernando.
A horta do Centro Pop, como explicou Marcelo Navarro, segue basicamente as normas técnicas de plantio e irrigação do Projeto Natureza e Corpo, com a finalidade de “de obter bons resultados no cultivo de hortaliças e legumes, ao mesmo tempo que procuramos orientar posturas ambientalmente corretas, criando nas pessoas a consciência da sustentabilidade”, explicou o geógrafo e educador ambiental do Instituto Interfnational Paper.

DA REDAÇÃO
Três Lagoas

Comment here