Araçatuba

CAMPOS MACHADO DESTACA CRESCIMENTO DO PTB E APOIO A GERALDO ALCKMIN

O presidente estadual e secretário nacional do PTB, deputado estadual Campos Machado, esteve sexta-feira em Araçatuba e no sábado em Andradina. Em entrevista ao Sistema Regional de Comunicação, o deputado, que está no sétimo mandato consecutivo, disse que o PTB é o partido que mais cresce no estado e atribui isso aos 22 departamentos, que o colocam mais próximo da sociedade. Machado admite que esse crescimento deve levá-lo a disputar o governo paulista em 2022. “Em 2016 elegemos 78 prefeitos, 111 vice-prefeitos e cerca de 600 vereadores”, disse.

“Era para ter disputado este ano. Porém, diante da conjuntura e a necessidade de fortalecer a candidatura do governador Geraldo Alckmin à presidência mudamos a estratégia”, disse o parlamentar, que destaca a sua lealdade ao ex-governador paulista, de quem é amigo há mais de duas décadas. Campos Machado destaca a importância dos 22 partidos, citando que o Departamento da Mulher é o maior do Brasil. Tem também o religioso e o sindical, que na região tem como diretor Sérgio Barsalobre, do Sindicato dos Caminhoneiros.

Ao falar sobre Geraldo Alckmin, ele disse que é uma “amizade fraternal”. Desde o início Campos Machado declarou apoio ao ex-governador e disse que foi por lealdade. “Lealdade para mim é a cicatriz da alma do político. É o carimbo do coração de um homem. E eu sempre fui leal ao Geraldo, mas com independência”, disse o deputado, frisando que foi atribuída a ele a antecipação da decisão do centrão em apoio o candidato tucano à presidência.

“Espero três coisas. Planejamento, amor, pois não pode fazer as coisas sem amor e lealdade ao povo de São Paulo”, disse Campos Machado sobre o que espera do próximo governador paulista. O parlamentar falou sobre a presidência da Republica e criticou candidato que defende a liberação da maconha. Campos Machado é presidente da Frente Nacional contra a Liberação da Maconha. O parlamentar citou que o jovem começa no álcool, vai para a maconha, depois cocaína e por fim o crack, de onde quase ninguém sai.

“Neste momento precisamos de equilíbrio. Nada de aventura. Com Geraldo Alckmin eu sei que não vai ter confisco, que não vai ter bloqueio. Eu sei o que ele pensa, o que ele foi em 14 anos. Ele é previsível. Ele trabalha com três questões. Ele quer investimento, crescimento e emprego. Eu sei o que vai acontecer. Outro candidato prega quase a ditadura e outro, a liberação da maconha”, finalizou o deputado Campos Machado.

ENCONTROS REGIONAIS

Na noite de sexta-feira o parlamentar participou de um encontro com líderes políticos de várias cidades da região de Andradina. Já na manhã de sábado, o encontro regional foi na Câmara de Andradina, também com a participação de representantes de várias cidades.

ANTÔNIO CRISPIM
Araçatuba

Comment here