CidadesLins

JUSTIÇA FEDERAL DETERMINA PRISÃO DO EMPRESÁRIO NATALINO BERTIN

DA REDAÇÃO – LINS

O empresário de Lins, Natalino Bertin, condenado a 4 anos e 2 meses de prisão em regime semiaberto, por lavagem de dinheiro, o empresário Natalino Bertin, de Lins, teve o mandado de prisão expedido pelo juiz de Execuções Penais Alessandro Rafael Bertollo de Alexandre, da 12.ª Vara Federal de Curitiba. A ordem judicial impõe o início do cumprimento de pena
No processo em que Bertin foi condenado figuram réus, como os empresários Ronan Maria Pinto, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o operador Enivaldo Quadrado, e o economista Luiz Carlos Casante. Esta ação é um desdobramento do polêmico empréstimo de R$ 12 milhões tomado pelo pecuarista José Carlos Bumlai, compadre do ex-presidente Lula, junto ao Banco Schahin, em outubro de 2004.
Segundo a Lava Jato, metade do valor foi repassado para a empresa Bertin e outra metade para a Remar Agenciamento e Assessoria, tendo esta última transferido o valor quase totalmente à empresa Expresso Nova Santo André, com o destinatário final sendo Ronan.
O empresário havia solicitado à Justiça o cumprimento da pena em regime semiaberto diferenciado, com recolhimento domiciliar. Natalino Bertin apresentou ao juiz um laudo médico que indicava que sua mulher havia sido diagnosticada, em 2017, com Doença do Neurônio Motor. Segundo o empresário, ela precisaria “do auxilio permanente de terceiros”.
Na decisão, o magistrado afirmou que Natalino Bertin não comprovou “a absoluta impossibilidade de os cuidados necessários ao tratamento de saúde da Sra. Edith Bertin serem atribuídos a terceiros”.
“Destaco que a pretensão do executado provisório, de cumprir a pena em prisão domiciliar, não possui respaldo legal, vez que a circunstância de o respectivo cônjuge estar acometido por doença grave não encontra previsão nos incisos do artigo 117 da Lei de Execução Penal”, anotou Alessandro Rafael Bertollo de Alexandre.

O juiz afirmou também que “existem vagas no sistema penitenciário estadual paulista para o cumprimento de pena no regime semiaberto”.

 

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here