Araçatuba

Município prepara plano de carreira para médicos e funcionários da saúde

Um dos desafios da Prefeitura de Araçatuba em relação ao preenchimento de cargos na área da saúde sempre foi a contratação de médicos. Em geral, profissionais da medicina apontam duas razões para o desinteresse em trabalhar na rede municipal: o salário, considerado pouco atraente por eles; e a falta de um plano de carreira.

A fim de melhorar o atendimento à população e, ao mesmo tempo, estimular a vinda de funcionários para os quadros da Prefeitura em um dos setores mais delicados, a gestão de Dilador Borges (PSDB) trabalha para atender, em breve, antiga reivindicação da categoria. O tão esperado plano de carreira será apresentado ainda este ano.

A informação consta em resposta encaminhada pelo Executivo à Câmara de Araçatuba, na última quarta-feira, em requerimento de autoria do vereador Gilberto Batata Mantovani (PR).

No documento enviado pela Prefeitura, o secretário municipal de Governo, Manoel Afonso de Almeida Filho, diz que o Plano Municipal de Saúde até 2021 está previsto para apresentação a Dilador até o fim de 2018, propondo cargos e salários propondo cargos e salários para a Secretaria Municipal de Saúde, incluindo os médicos.

Nos bastidores, a criação do plano é vista como um estímulo às inscrições para concurso público aberto pela Prefeitura na última segunda-feira destinado ao preenchimento de quase 300 vagas. A seleção conta com várias oportunidades na saúde, como as de agente comunitário para trabalhar nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), que tem vagas – o salário oferecido é de R$ 1.108,38. O certame também vai preencher 15 vagas de médico em diferentes especialidades, com remuneração mensal de R$ 3.700,31 para trabalhar 24 horas semanais.

No funcionalismo público municipal, a pressão por um plano de carreira para os médicos aumentou após documento do tipo ter sido criado no final de 2016, ainda no governo Cido Sério (PRB), para os cargos de procurador municipal, arquiteto urbanista e engenheiro nos quadros da Prefeitura. Esta informação, aliás, consta outra propositura de Batata sobre o mesmo assunto, no caso, a que sugere ao Executivo a elaboração de projeto de lei complementar estabelecendo o plano para os médicos do município. O parlamentar ressalta que o atual momento requer mais investimentos na saúde e a garantia de condições adequadas de trabalho aos médicos.

“Infelizmente, sem condições de trabalho, os médicos não conseguem desempenhar suas funções de maneira adequada, o que gera insatisfação por parte dos pacientes”, diz Batata, no requerimento. Ontem, ao falar com O LIBERAL REGIONAL, o vereador disse que levará a informação recebida do Executivo aos funcionários da saúde.

Com o plano de carreira, o servidor concursado tem a possibilidade de crescer no serviço público, prevendo a possibilidade de promoção de cargos e aumento de salário e de responsabilidade. Na Prefeitura, outra fatia do funcionalismo que conta com esse projeto é a educação.

Medida deve beneficiar mais de 500 funcionários
Segundo o Sisema, o plano de carreira para a saúde, se instituído, irá beneficiar mais de 500 funcionários desse segmento. O número, segundo a entidade, já foi maior, uma vez que, com a terceirização de serviços de saúde nos últimos anos, muitos profissionais que, hoje, atendem à população não são do quadro efetivo do município.

Ontem, em entrevista ao jornal O LIBERAL, o presidente do Sisema e vereador Denilson Pichitelli (PSL), diz que, antes de o projeto do Executivo chega à Câmara, vai procurar estabelecer um consenso entre a categoria e a administração municipal. “A ideia é fazer uma reunião do sindicato com a Prefeitura para deixar os itens bem definidos”, afirmou o líder da categoria.

Pichitelli, no entanto, salientou que uma das reivindicações do sindicato é por um plano de carreira para todos os cerca de 3,8 mil servidores municipais. “Nós já discutimos com o prefeito essa possibilidade, pois, só assim, um melhor serviço à população poderá ser prestado”, finalizou.

Da Redação

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here