Araçatuba

APOIO DE DILADOR FOI FUNDAMENTAL NA CAMPANHA, AFIRMA EDNA

Em seu primeiro mandato como prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB) participou intensamente da eleição de 2018. Não, ele não saiu candidato a deputado estadual, como fez nos pleitos de 2010 e 2014. Desta vez, sua atuação principal foi na condição de cabo eleitoral da vice-prefeita Edna Flor (PPS), esta sim postulante a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo neste ano.
Edna, que concorre a deputada estadual pela primeira vez, fez questão de destacar a participação do tucano em sua campanha durante entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAL, pouco antes da visita ao município da coronel Eliane Nikoluk (PR), vice na chapa do candidato a governador Márcio França (PSB). O partido dela, o PPS, apoia França, enquanto o PSDB de Dilador tem candidato próprio ao Executivo paulista, João Doria.
Lideranças estaduais do PPS calculam que, com aproximadamente 70 mil votos, as chances são grandes de Edna se eleger. Coincidentemente, na eleição passada, quando terminou como segundo suplente de deputado em sua coligação, Dilador conquistou a preferência de 71.027 eleitores em todo o Estado. Edna admite que, se o tucano conseguir transferir seu eleitorado para ela, será muito bem-vindo. “Ele se esforçou muito para isso. Foi muito fiel ao que se comprometeu”, afirma.
No entanto, Edna diz que procurou apostar em seu próprio histórico de quase 20 anos na vida pública e na realização de uma campanha além dos limites de Araçatuba para triunfar nas urnas.
Ela calcula ter percorrido pelo menos 77 municípios de Castilho a Bauru, além de cidades como Campinas, Sorocaba e Ribeirão Preto, durante a sua campanha. “Eu tenho muita esperança no eleitorado regional”, disse ela. “Nós percebemos, na região, um eleitorado com uma sede muito grande de participação”, complementa Edna, que promete um “olhar muito especial” às entidades assistenciais e à geração de trabalho e renda, caso eleita.
Paralelamente a esse trabalho, Dilador ficava encarregado da articulação. Conversava com lideranças políticas próximas a ele e recomendava a quem pudesse o voto em Edna Flor, o que pode ser visto como uma retribuição. Na eleição de 2016, quando ele se elegeu prefeito, a vice teve papel importante na campanha.

DOBRADINHAS
Ainda em relação a apoios e alianças, Edna destacou dobradinhas com três candidatos a deputado federal: a “oficial”, com seu antigo correligionário Arlindo Araújo, vereador no sétimo mandato; com o presidente da Câmara Municipal, Rivael Papinha (PSB); e com o jurista Luiz Flávio Gomes, que, apesar de não ser de Araçatuba, foi colega de Edna na universidade e tem grande presença nas redes sociais, nicho ao qual procurou ganhar espaço.
“Nunca neguei a vontade de ser deputada estadual até porque tenho forte apreço pelo poder Legislativo. Eu sempre coloquei isso para o Dilador”, destacou. “A ideia dele foi convencer o eleitorado do quanto poderíamos agregar sendo deputada estadual, apesar de ser vice-prefeita.”

ARNON GOMES
Araçatuba

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here