Araçatuba

AUDITORIA COMPROVA FUNCIONAMENTO DE URNAS EM ARAÇATUBA

Uma auditoria nas urnas eletrônicas foi realizada no final da tarde desta quinta-feira (04) na sede do Cartório Eleitoral de Araçatuba. O procedimento envolveu as duas zonas eleitorais de Araçatuba e consistiu na escolha aleatória de três urnas, sendo uma delas que será utilizada em Santo Antônio do Aracanguá, para o teste de votação. As urnas escolhidas foram retiradas do lacre e ligadas na frente dos presentes, dentre eles o promotor Albino Ferragini, o juiz Antônio Conehero Júnior, além do chefe de cartório Flávio Stipp Vaz, representantes da 11a zona eleitoral; além do promotor Sérgio Martos Evangelista, o juiz José Daniel Gonçalves e o chefe de cartório Carlos Augusto Cotrim, representantes da 299a zona eleitoral. O presidente da OAB, Sandro Cardoso, também participou do ato.
No teste, que durou cerca de uma hora, foi verificado o funcionamento de cada urna, bem como a impressão da zerézima, que é um relatório com todos os candidatos aptos a serem votados na eleição com os seus respectivos votos zerados, comprovando que aquela urna ainda não havia recebido nenhum tipo de votação previa. Logo depois foi feito o teste de votação na presença das autoridades eleitorais e também de funcionários do cartório. O teste de votação simulou exatamente o que acontecerá no próximo domingo. O primeiro voto é para deputado federal, seguido de deputado estadual, senador 1, senador 2, governador e presidente. Logo após o teste, as urnas foram zeradas e encaminhadas novamente para o lacre.
O promotor eleitoral da 11a zona eleitoral, Albino Ferragini, afirmou que o procedimento é padrão. “Essa é uma espécie de auditoria de urna para vermos o funcionamento exato delas. Como você pode comprovar, todas elas estão funcionando perfeitamente, a zerézima traz o nome de todos os candidatos, inclusive, em termos de votação está perfeito, agora é só aguardar o domingo”, disse. Ele também destacou que a escolha de urnas para o teste foi feita de forma aleatória. “O juiz mandou um funcionário escolher no meio de todas as urnas, foram escolhidas uma de Aracanguá, uma da 299 e outra da 11a de Araçatuba”, completou.
No domingo, uma hora antes do horário de votação, às 7h, o presidente da mesa receptora de votos terá que ligar a urna para a impressão da zerézima, procedimento que será realizado na presença de mesários e fiscais de partidos políticos. A partir das 8h, quando começa a votação em todo o Brasil, as urnas já estarão aptas a receber os votos da população. Ao final do período definido para a realização da eleição, às 17h, o presidente da seção eleitoral digitará uma senha na urna para encerrar a votação. O equipamento emitirá cinco vias do boletim de urna constando dados como o total de votos recebidos por cada candidato ou partido político, votos brancos, votos nulos, número da seção, identificação da urna e a quantidade de eleitores que votaram na respectiva seção.
Ferragini não quis definir um horário exato para a divulgação do resultado da votação por completo, mas espera que a contagem dos votos não demore mais do que quatro horas em Araçatuba. “Não dá pra prever porque é uma eleição extensa, mas a gente imagina que aqui em Araçatuba por volta das 20 ou 21 horas a gente já tenha, pelo menos os daqui da cidade. Com relação ao Brasil é difícil porque nós sabemos que é um país de proporção continental, então é difícil a gente prever”, afirmou.

Diego Fernandes
Araçatuba

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here