CidadesTrês Lagoas

AZAMBUJA FALA DA MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO DO ESTADO

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Nesta semana as rádios Cidade FM e Jovem Pan FM, de Três Lagoas, emissoras do Sistema Regional de Comunicação, receberam a visita do presidente da Assembleia Legislativa e candidato a governador pelo MDB, Júnior Mochi e do governador e candidato à reeleição, Reinaldo Azambuja (PSDB). A visita de Mochi foi na quarta-feira e do governador na quinta-feira. Ambos foram entrevistados pelo jornalista e empresário Nivaldo Franco Bueno, presidente do SRC. O governador Reinaldo Azambuja abordou vários assuntos, como a modernização do estado para enfrentar a crise o investimento em políticas públicas, como saúde e educação.
“Durante o nosso governo enfrentados a maior crise do país. Dos 27 estados, pelo menos 20 não estão conseguindo pagar a folha de pagamento”, disse Azambuja, dizendo que modernizou a gestão e adotou até mesmo medidas impopulares. Porém, o estado de Mato Grosso do Sul manteve-se equilibrado e com investimentos em políticas púclicas. “Grande trabalho foi diminuir o tamanho do estado, organizar gestão eficiente e de fazer políticas públicas, investindo em saúde, educação, segurança, desenvolvimento fazendo parcerias com os municípios. Foi algo extremamente difícil, mas coloca Mato Grosso do Sul em uma das melhores posições em nível Brasil”, acrescentou.
Quanto ao município de Três Lagoas, Azembuja falou em investimentos de mais de R$ 130 milhões em saneamento. “Nos próximos 40 anos Três Lagoas está abastecida com tranquilidade”, disse o governador, citando que a cidade vai chegar a 85% da coleta e tratamento de esgoto. O governador falou sobre a construção de 1.472 unidades habitacionais.”Pavimentamos bairros e revitalizamos a avenida Capitão Olinto Mancini. Levamos o acesso ao Núcleo Industrial com ciclovia e toda segurança para os trabalhadores. Assinamos ordem de serviço para recuperação da Avenida Clodoaldo Garcia. São quase R$ 5 milhões de investimentos”, acrescentou.
O governador Reinaldo Azambuja faliu também sobre a construção do Hospital Regional da Costa Leste. São R$ 56 milhões de investimentos e o hospital vai ficar pronto em maio do ano que vem. São 156 leitos com UTI e modernos equipamentos”, acrescentou o governador.
Na questão de segurança, disse que o governo federal dá as costas para os estados em relação às fronteiras. “Fizemos o dever de casa”, acrescentou. O governador citou, também, investimentos na saúde.

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here