Araçatuba

Região tem 24 nomes na disputa por vagas na AL e na Câmara federal

Tão importante quanto escolher o próximo presidente da República ou governador do Estado, a eleição deste domingo é também importante para a região de Araçatuba por uma razão especial: a necessidade de ampliar a sua representatividade em Brasília e em São Paulo. Para isso, pelo menos 24 nomes com base eleitoral entre os 43 municípios se lançaram candidatos a deputado federal e estadual no pleito de 2018.

Dez concorrem a uma das 94 vagas da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. De Araçatuba, há nomes famosos da política, como vereador Cido Saraiva (MDB), recordista de votos na eleição de 2016, e a vice-prefeita Edna Flor (PPS). Pela maior cidade da região, ainda se lançaram o médico Filipe Fornari (Podemos), que já foi candidato a vereador em eleições passadas, e o advogado Felipe Luiz (Novo), que ficou conhecido no meio político local por liderar manifestações contra a corrupção e a pela prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O PCdoB e o PSL foram os partido que mais lançaram postulantes à assembleia paulista pela região: cada uma dessas legendas, com dois. Do PCdo B, participam Joaquim Goma, presidente do Sindicato dos Técnicos da Fazenda do Estado de São Paulo; e a advogada Francisca Britto, de Birigui. Já o PSL, partido do candidato a presidente Jair Bolsonaro, lançou o advogado Everton Sodário, que tem atuação profissional em Araçatuba, e o policial militar Marco Antonio Pires Moro.

Ainda de Andradina, é candidato um dos nomes mais conhecido da política regional: o ex-prefeito Jamil Ono (Patriota). Outro nome famoso no meio, mas de Birigui, é o deputado Roque Barbiere (PTB), que tenta se reeleger para seu oitavo mandato no legislativo paulista.

Para todos eles, o desafio está lançado. Nas duas últimas eleições, apenas um representante da região conseguiu se eleger deputado estadual – no caso, Roquinho. A última vez em que a região conseguiu fazer mais de duas cadeiras no legislativo paulista foi em 2006, quando Roquinho e o ex-prefeito de Araçatuba Cido Sério se elegeram.

FEDERAIS

Doze anos após aquela vitória, que antecedeu seu período à frente do Executivo municipal, Cido Sério é, mais uma vez, candidato a deputado, só que a federal. Outra diferença é que, para concorrer ao cargo, ele trocou o PT pelo PRB. Sem Cido, o único nome lançado a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores, com domicílio eleitoral na região, foi o do ex-ministro da Previdência Carlos Gabas.

Além de Cido e Gabas, outros doze nomes, representantando a região, disputam uma das 70 vagas de São Paulo na Câmara Federal. E todos eles com um desafio ainda maior do que os postulantes a deputado estadual. A última vez em que a região de Araçatuba elegeu um deputado federal foi há exatos 20 anos: Jorge Maluly Netto. Seu filho, Jorginho Maluly, hoje no Solidariedade, chegou a exercer mandato de deputado federal entre 2007 e 2010, mas na condição de suplente.

Assim como na corrida à assembleia, dois nomes conhecidos da política araçatubense também se lançaram a federal: o presidente da Câmara, Rivael Papinha (PSB), e Arlindo Araújo (PPS), que, no exercício de seu sétimo mandato de vereador, concorre pela primeira vez a deputado federal.

Partido com o maior número de prefeituras na região, o PSDB lançou apenas uma candidatura representando essa fatia do Estado na eleição deste ano: a do andradinense Marco Pilla, ex-vereador e ex-presidente do Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo). Também de Andradina, é candidato o vereador Silas Carlos (PDT).

O PRB do deputado federal Celso Russomanno, que obteve 1,5 milhão de votos, e o PSL de Bolsonaro foram os partidos que mais lançaram candidatos a vagas no Congresso pelo território. Pelo PSL, concorrem os ex-vereadores Elias Antônio Netto, de Birigui, e um representante de Andradina. Contando Cido Sério, o PRB entra na disputa com três nomes, ao todo. Fazem parte do time ainda o vereador biriguiense Leandro Moreira e Vilma Aparecida de Oliveira, de Penápolis. De Penápolis, também concorre o vereador Roberto Delfino (MDB).

Pelo Partido Novo, disputa o empresário rural Eduardo Lunardelli. Já o PPL lançou a candidatura do empresário Indalécio Lima, de Ilha Solteira. O município também tem o candidato Roberto Martins (PV)

ARNON GOMES
ARAÇATUBA

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here