Cidades

AES Tietê inicia fase de reprodução de peixes em programa de repovoamento

Com o início da Piracema em novembro, começa também uma nova fase no Programa de Manejo Pesqueiro da AES Tietê. É a época de reprodução dos peixes nas estações de Hidrobiologia e Aquicultura da empresa, localizadas nas usinas de Promissão e Barra Bonita. O programa realiza anualmente o repovoamento de 2,5 milhões alevinos, aumentando ainda mais a população de peixes nos rios Tietê, Pardo, Mogi Guaçu e Grande.

Nas estações são cultivados peixes do tipo Curimbatá, Dourado, Pacu-Guaçu, Piapara, Piracanjuba e Tabarana. A eficiência do programa foi comprovada com os resultados obtidos por uma pesquisa científica coordenada pela AES Tietê, pela Universidade Estadual de Maringá e pela Universidade Estadual de Londrina, que demonstraram que esses repovoamentos têm permitido a conservação genética das espécies. Com o uso da mesma tecnologia de criação, a AES Tietê retirou o peixe Pacu-Guaçu da lista de animais em risco de extinção. Os repovoamentos contribuem com o reforço da cadeia alimentar e incremento da pesca esportiva e profissional.

O período da Piracema se estende por cerca de quatro meses e vai até o final de fevereiro de 2019.

DA REDAÇÃO
PROMISSÃO

marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
marcio123rocha Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Comment here