Plantão Policial

Polícia deflagra operação e mira chefes do tráfico do bairro Água Branca

A Polícia Civil de Araçatuba desencadeou na manhã de quarta-feira (12) uma grande operação mirando chefes do tráfico de drogas do bairro Água Branca, zona norte da cidade. Foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e uma pessoa foi presa em flagrante.

Os trabalhos das equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e do GOE (Grupo de Operações Especiais) começaram logo nas primeiras horas das manhãs. Os policiais se dividiram e deram cumprimento aos mandados pelos bairros Água Branca, Umuarama e Paraíso.

No total foram apreendidos durante as diligências nas residências dos investigados cerca de 20 celulares, cinco motocicletas e R$ 1.340,00 em dinheiro. Somente na rua Antonio Sampaio, no bairro Água Branca, foram cumpridos três mandados.

Na casa de um ajudante de 21 anos de idade, a polícia localizou R$ 310,00 em dinheiro, dois celulares, além de uma porção de maconha. O indiciado recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado até a delegacia, onde prestou depoimento. Ele permaneceu à disposição da Justiça e deverá passar por audiência de custódia na manhã desta quinta-feira (13).

Na mesma rua, os policiais também fizeram a apreensão de cinco motocicletas de origem suspeita na residência de dois homens de 24 e 31 anos, que são investigados pelo crime de tráfico de drogas.

INVESTIGAÇÃO

De acordo com investigações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o alvo principal da operação, apontado como chefe do tráfico no bairro Água Branca, não foi localizado. Existe um mandado de prisão contra ele. Para a polícia, o suspeito, que faz parte de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios, teria envolvimento direto com alguns homicídios cometidos neste ano.

Em março deste ano, Ananias Ferreira, de 30 anos, foi morto a tiros enquanto caminhava pela rua Natalino Penna. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima morava a poucos metros do local em que o crime ocorreu. Ferreira foi atingido por vários disparos em diversas partes do corpo de morreu antes mesmo da chegada do socorro.

Policiais militares foram comunicados sobre o homicídio e dirigiram-se até ao endereço. Chegando lá, eles constataram a morte e isolaram a área até a chegada da Perícia. Os peritos, juntamente com uma equipe de investigadores da DIG, recolheram dez cápsulas de calibre 380.

Já em julho foram registrados dois assassinatos no bairro em pouco mais de uma semana. Izaias Pereira da Silva Lopes, estava andando pela rua Natalino Pena quando foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo. A vítima foi atingida por pelo menos três tiros na cabeça. Logo na sequência, os suspeitos fugiram e não foram localizados.

Menos de dez dias depois, outro homicídio foi registrado no bairro e intrigou a polícia. Segundo o que foi informado no boletim de ocorrência, o assassinato teria acontecido por volta das 20h doa dia 12 de julho na rua Maria Josefa Martinez. A vítima, identificada como Miqueias Lima Araújo estava em frente a uma residência quando foi alvejada pelo menos quatro vezes. Os tiros atingiram a região da cabeça e do pescoço do rapaz. Ele chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Comment here